Menu

Não devemos arrancar todos os arbustos autóctones se queremos evitar pragas e doenças na horta

Um erro muito comum quando se limpa um terreno para fazer uma horta, um pomar ou um jardim é arrancar-se toda a vegetação existente deixando o terreno totalmente limpo…

Mas se pretendemos manter um certo equilíbrio biológico devemos respeitar a biodiversidade. E isso só será possível mantendo algumas árvores e arbustos autoctones que poderão conviver perfeitamente com as nossas plantações. Veja em baixo alguns bons exemplos de arbustos autoctones que para além de ajudarem a manter a biodiversidade e qualidade ambiental, evitando que pragas e doenças ataquem as nossas plantações irão tornar o nosso espaço ainda mais interessante e encantador:

gff

Giesta. Este belo arbusto produz flores de várias cores formando maciços coloridos de rara beleza

medronheiro

Medronheiro. Para além formar um arbusto muito atraente produz belos e preciosos frutos comestíveis no final do verão.

murta

Murta. Produz belas flores brancas que se transformarão em frutos (comestíveis) no final do verão. E as suas folhas exalam um cheiro intenso muito agradável!

abrunheiro_bravo

Abrunheiro-bravo. Este arbusto é muito frequente em Portugal e eu nunca resisto ás suas bagas atraentes que se parecem com ameixas pequenas. Fruto um pouco acido mas quando bem amadurecido pode ser delicioso!

rosmaninho

Rosmaninho/Alecrim. Um arbusto que produz belas flores e muito popular em Portugal.

E existem muitas outras plantas e arbustos autoctones igualmente interessantes que poderão fazer com que a nossa horta, jardim e pomar se transformem em um lugar saudável, único e muito especial!


Veja aqui onde comprar plantas autóctones

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *